O Carinha de TI

Inovação, não deixe sua empresa estagnar.

Esse artigo aborda por alto sobre o que é inovação e quais são suas etapas, bem como, no final ficam os links para mais leituras e a dica de um curso gratuito sobre Ferramentas Práticas de Inovação.

Primeiramente devemos deixar claro que algo novo não é inovação, isso mesmo, inovação não é algo simplesmente novo, inovação deve trazer resultados para empresa, algo novo que não traz resultado é “simplesmente” uma invenção.

O que não é inovação?

Inovação não é melhoria, nem adequação, nem criatividade, nem tecnologia, e principalmente não se resume aos produtos.

Então, o que é Inovação?

Inovação é quando novas ideias se transformam em resultados. Voltando ao texto anterior, ou seja, inovação pode ser adequação, criatividade, tecnologia, produto ou melhoria desde que essa mudança traga resultado para organização.

Um exemplo de inovação sem a criação de algo novo são os smartphones que você pode escolher entre várias cores, não houve um produto novo, mas deu a liberdade para atingir um público maior com personalização do produto adequando a quem gosta de uma determinada cor, abrangendo as adesões, trazendo assim um resultado positivo. 

Seguindo a deixa de exemplo, uma empresa que estava em um patamar bom no mercado a um tempo atrás mas deixou a desejar com a falta de inovação foi a Research In Motion (RIM), fabricante do BlackBerry, empresa que estava como segunda colocada em 2010 (imagem anterior), onde em 5 anos a empresa perdeu 5 bilhões em valor, leia mais sobre em: http://olhardigital.uol.com.br/pro/noticia/em-5-anos-blackberry-perdeu-us-80-bilhoes-em-valor-de-mercado/36606

Ou seja, para sobrevivência nesse mercado competitivo as empresas têm que buscar cada vez mais inovação e isso não é algo fácil de se fazer, principalmente olhando para os números, 80% dos projetos “inovadores” em empresas estabelecidas não tem resultado.

Passos para Inovação.

Não serei bem detalhista em cada passo, pois isso requer tempo e muito mais que um simples artigo, mas fica a dica, pesquise sobre cada uma, garanto que terão muitas informações úteis.

  • Idealização – Etapa onde se gera ideias, existem várias técnicas para absorção de informações úteis para geração da ideia, algumas são: brainstorming, associação de ideias, design thinking. Vale tudo: copy and paste, melhorar, modificar, juntar pedaços e fragmentos. O mais importante nessa fase é gerar o maior quantitativo de ideias, sem filtros ou restrições.
  • Conceituação – Com as ideias em mesa, é hora de avaliar os potenciais, aprimorar seus conceitos, realizar definições e acompanhamento.
  • Experimentação – Após ter o conceito o importante é iniciar uma prototipagem, e em escala pequena realizar testes pontuando tudo, e principalmente negativos para redução de incertezas, alocação de recursos, refinamento e concluindo com planejamento mais profundo.
  • Implementação – Com os “ajustes” em pequena escala, é hora de as iniciativas tomarem aceleração, escalar os projetos e finalizar com avaliação após a implementação.

Com essas etapas, você pode chegar a inovação que sua organização precisa, mas lembre-se que não é algo fácil e rápido.

Facebook - Comentários

Comentários